sexta-feira, maio 16, 2008

Horst Köhler - Colapso do sistema financeiro

O sistema financeiro mundial está à beira do colapso.Horst Köhler
Não se trata de uma previsão catastrófica de Lenine ou de Álvaro Cunhal, tão pouco de um homem suspeito de cultivar simpatias comunistas, ou até de esquerda - ainda que moderada. Trata-se, nem mais nem menos, de uma declaração de Horst Köhler, actual Presidente da República Alemã, em cujo currículo constam cargos como:
  • Presidente do Partido Cristão Democrata Alemão CDU,
  • Presidente do Fundo Monetário Internacional,
  • Ministro alemão das Finanças,
  • Presidente da Associação Alemã dos Bancos de Aforro,
  • Presidente do Banco Europeu para a Reconstrução e o Desenvolvimento.

Outras declarações de Horst Köhler:
  • Os mercados foram incapazes de resolver o problema por si próprios.
  • O mundo financeiro desgraçou-se sozinho.
  • Gostava de ouvir um mea culpa alto e bom som da parte dos bancos .
  • Os honorários dos gestores financeiros são bizarramente elevados.
  • A complexidade excessiva dos produtos financeiros e a possiblidade de multiplicar desmesuradamente o capital à custa de pequenos investimentos iniciais deram origem ao monstro.


Fonte: Der Spiegel

Etiquetas: , , ,

4 Comentários:

At 21:05, Blogger espumante disse...

Esta é para despedida porque estarei uns dias fora. Mas não resisto a fazer um registo das contínuas demonstrações de pré-climax da esquerda pela perspectiva de colapso do capitalismo. Porque por um lado diverte-me esta candura da esquerda a pensar no regresso dos amanhãs que cantam. Por outro causa-me alguma repugnância, já que se pega em argumentos contra o sistema de mercado livre sem se reparar que os mesmos argumentos serviriam exactamente para os regimes de economia centralizada de má memória. Senão, repara nos argumentos que citas, se postos em sentido inverso e respeitando a cronologia que usaste:

- A economia central e os planos quinquenais de desenvolvimento foram incapazes de resolver os problemas por si próprios;
- O mundo socialista desgraçou-se sozinho;
- Gostava de ouvir um mea culpa alto e bom som por parte dos mentores dos regimes de economia centralizada;
- Os honorários e regalias dos dirigentes socialistas eram bizarramente elevados (aqui, eu ainda diria que a diferença entre os proventos dos dirigentes e o povo esfomeado e encarneirado para as bichas de comida eram bem mais chocantes);
- A complexidade da engenharia financeira e a possibilidade de aumentar desmesuradamente o capital (!!!!) à custa de impressão de papel-moeda deram origem a inflações impensáveis e, em alguns casos, nem inflação havia porque as moedas pura e simplesmente nem convertíveis eram. O monstro estava gerado.


Como vês meu caro, nada do que disse pode ser desmentido. A diferença, sublime diferença, é que agora as pessoas são livres de criticarem o sistema. No outro sistema, quem o criticasse ia para campos de reeducação. Ou era sumariamente executado.

De resto, estou um pouco mais optimista que tu. Apesar de muitas escandaleiras do capitalismo, há mecanismos "naturais" do sistema que corrigirão pelo menos parte destes desvios. O resto é poesia e sonhos de uma esquerda amorfa, revoltada e sem qualquer ideia nova que ajude a corrigir as desigualdades e melhorar a qualidade de vida das pessoas.
Aliás continuo a aguardar pacientemente um exemplo de sucesso de socialismo. Embora me bastasse a privação de liberdades para abominar o sistema, mesmo que tecnicamente fosse excelente,
Continuarei ler a tua campanha.

 
At 00:24, Blogger António Chaves Ferrão disse...

Espumante
Quanto a liberdade e falando de Portugal, se estavas à espera que ela te caísse na sopa por acção das forças do mercado livre - leia-se empresários ou forças de direita em geral, bem podias esperar sentado.
O falhanço de experiâncias socialistas do passado, ao contrário do que pareces considerar, não é o fim da História nem do socialismo. Apenas a demonstração de que o socialismo tem que ser obra primordialmente civil e não militar.
Se eu fosse ti a tratava de não me sentir, pelo menos, tão agoniado como o capitalismo. Pois quando as previsões feitas por Marx são serenamente confirmadas por um homem que, pelos padrões alemães, pode ser considerado de Direita (pelos padrões do idiota do nosso PM trata-se concerteza de um comunista radical), a coisa vai mesmo mal.
Quanto ao resto, a responsabilidade de encontrar soluções pertence-te a ti também. Não basta repetir todos os dias que assim é que está bem.
Obrigado pela tua visita. Volta sempre

Um abraço e boa viagem

 
At 00:19, Blogger Américo Tavares disse...

George Soros há cerca de três, quatro meses, cito de cabeça um artigo que apareceu no Público, disse que esta era a pior crise desde a Segunda Guerra Mundial!

É capaz de saber do que fala.

 
At 20:37, Blogger Ludo Rex disse...

Eles começam a vergar e a vergar bem... Abraço

 

Enviar um comentário

<< Home


hits: