segunda-feira, julho 07, 2008

O fim da linha



A arte maior revela-se natural a um público consciente. Consciente de todas as atrocidades que já foram cometidas em seu nome ou, pior ainda, em nome dessa instituição tão abstracta chamada Música. Abrimos o Artur Fão e lá está- Música: "A arte de exprimir sentimentos ou impressões por meio de sons". Tão simples. Tão transparente. Com efeito percebe-se que o fim da linha estava... na primeira página.
O que virá a seguir? A seguir enquadra-se a linguagem verbal como um ramo da música e resgatam-se todas as harmonias das mãos dessa tirana: a PALAVRA.
Tão forte e de fraca pontaria...

1 Comentários:

At 02:40, Blogger C.F disse...

O problema é que a arte em si, deixou de ser apreciada como tal!
E quando isso acontece... "mata-se" a arte!

Abraço Grande

Cláudio ferrão

 

Enviar um comentário

<< Home


hits: