quarta-feira, setembro 17, 2008

Problemas | Teoremas

Américo TavaresCaro Américo Tavares

Aos meus ouvidos chegaram rumores de que o blog problemas | teoremas estaria em risco de terminar. Se ainda estiver a tempo de reverter essa perspectiva sombria, permita-me dizer das minhas razões porque considero importante que aconteça o contrário.

Vivemos numa fase de alguma confusão. Estou em crer que passageira. Pessoas válidas em todos os domínios resguardam-se da exposição pública, deixando o terreno livre. Imediatamente um poletão de incompetentes vem ao terreiro com uma algazarra inaudível, apresentar-se como os verdadeiros especialistas.

O blog a que deu vida afastou-se salutarmente da mediocridade estridente. Colocou corajosamente questões difíceis a todos nós. Confrontou-nos com as nossas próprias limitações. Em cada um dos artigos, deixou antever uma disciplina mental que só amadurece num tempo prolongado. Constitui um evento único no panorama da blogosfera portuguesa, que a enriquece singularmente. Era meu desejo que escritos com nível equiparável estivessem disseminados amplamente, também noutros domínios, com a convivialidade interactiva que os blogs proporcionam. O exemplo de problemas | teoremas pode expandir-se. Alguns distraidos, mas que partilham interesses em Matemática - todos sabemos a facilidade com que estas pessoas se distraem - poderão ainda vir a descobri-lo e a enriquecê-lo. É provável que o façam, se a janela temporal de actividade do blog for compatível com a ocorrência dos acontecimentos raros.
Os exemplos de esforço intelectual não se propagam ao ritmo dos exemplos de desleixo. Quisera eu que também tivessem a sua oportunidade.

Um grande abraço

Etiquetas: , ,

1 Comentários:

At 07:44, OpenID ATavares disse...

Em 8 de Outubro de 2008, escevi:

aqui:
« Ao fim de um ano de ter mantido uma publicação regular neste blogue vejo que não consigo continuar com o mesmo ritmo traduzido, neste período, em 218 entradas. Por várias razões: para não me repetir, para tentar não cometer erros…; recentemente num exercício simples de integração, a propósito da catenária, enganei-me e logo que detectei o erro corrigi-o, assim como o farei de futuro, sempre que eu o veja ou algum dos leitores me alerte. Mantendo-me na Matemática, pretendo ler, estudar e reflectir mais, esperando ser capaz de vir a produzir exposições mais ricas, independentemente da sua extensão, embora mais espaçadas. Só o futuro dirá se o vou conseguir.
Fora da Matemática e do blogue tenho necessidade de me dedicar a outras actividades que descurei por nítida falta de tempo: o tempo não dá para tudo e devo geri-lo criteriosamente.

Agradeço a todos os leitores e comentadores que por aqui têm passado, sem os quais a divulgação deste tipo de assuntos, da forma como a faço, não faria sentido. Os leitores mais atentos decerto repararão que alguns posts foram muito enriquecidos, mesmo mais, só fazem sentido, com a contribuição que vieram a ter por parte de quem comentou, acrescentando e superando o valor do texto inicial. Se não tenho mais pessoas a verem este blogue de certeza que a culpa é minha. Mas o número não me preocupa. Interessa-me mais manter a confiança dos que aqui vêm com mais regularidade e atrair novos que verdadeiramente se interessem. É que há os que só pretendem fazer spam, como pode ver-se no número que foi apanhado automaticamente pelos meios próprios do blogue. E há ainda uns poucos casos de comentários que nada dizem e/ou não respeitam as regras da boa-educação, que senti, por isso, a necessidade de eliminar.
Em particular, e por ordem cronológica, quero salientar as contribuições, como comentadores, de physike, nfaust, foreigner e António Ferrão.

Sinto que um blogue destes, com assuntos de níveis diversos e também de qualidade nem sempre conseguida, feita por um não matemático, não pode esperar grandes voos. Francamente isso não me preocupa: sei as minhas limitações, não sou competitivo a não ser comigo próprio e dá-me prazer partilhar com quem me tem lido o que produzi.

Obrigado a todos os visitantes. »

 

Enviar um comentário

<< Home


hits: