segunda-feira, outubro 06, 2008

Ser professor em Portugal - Mª Teresa Caldeira

Cara colega,

Recebi o teu mail que me foi reencaminhado por uma amiga que é tua colega na Escola Secundária de Odivelas. A ******. Ela poderá confirmar-te o que abaixo te descrevo. Como presidente do C.E. da minha escola está um professor primário que odeia dar aulas, esteve toda a vida como vereador na câmara da Arruda dos Vinhos, onde se incompatibilizou com os seus pares e teve de voltar à para a escola. Tudo fez para há 3 anos, ser eleito para o Executivo. Agora tornou-se "mais papista que o papa", sobrecarregando-nos de forma perfeitamente hedionda, com trabalho e mais trabalho, papelada e mais papelada. Já nos marcou as aulas observadas, quer portefólio com planificações de tudo, relatórios de tudo, etc. Desde o dia 15 de Setembro que passei a poder dormir apenas 4h por noite e passo os fins-de-semana a trabalhar (não para os alunos, mas a fazer grelhas, papeladas e mais papeladas) estou esgotada, parece que estou a viver o meus anos de estágio, mas com a agravante de que nesses anos tinha 2 turmas e 2 níveis. Agora pedem-me o mesmo trabalho, mas para 8 turmas e 4 níveis, mais documentos e fichas e relatórios, para as aulas de substituição e de apoio, mais organização de 2 actividades por período, que envolvam pais e alunos, mais 2 acções de formação (desta forma, só se as houver entre as 2h e as 6h da manhã, que é o único tempo em que não estou a trabalhar para a escola. Já me foi comunicado que não terei excelente, porque o presidente não me atribuiu nenhum cargo. ISTO É HEDIONDO, E EU NÃO ESTOU A AGUENTAR TRABALHAR ASSIM.
Desculpa, eu sei que tu pedias outra coisa, mas estas situações também têm de ser denunciadas e eu não sei como.
Envio-te em anexo o mail que enviei ao sindicato, a pedir ajuda.
Se me pudesses ajudar… agradecia.
Mª Teresa Caldeira

Carta com pedido de divulgação publicada por A sinistra ministra em 6 de Outubro de 2006

Etiquetas: ,

2 Comentários:

At 14:57, Blogger josé manangão disse...

Eu não sou professor, mas penso que uma situação deste tipo , não acontecia nem no tempo mais Salazarento!
Se´r que ainda existenm professores que votam nesta ministra nete DESgoverno e neste PS?????
Eu não estudei,_talvez por isso nunca acreditei neles!

 
At 15:04, Blogger António Chaves Ferrão disse...

José Manangão
Há quem aposte no medo para fazer vergar. Estou em crer que estão a preparar-se para uma enorme surpresa. Veremos.

 

Enviar um comentário

<< Home


hits: