sábado, dezembro 13, 2008

José Gomes Ferreira - Acordai

Acordai
acordai
homens que dormis
a embalar a dor
dos silêncios vis
vinde no clamor
das almas viris
arrancar a flor
que dorme na raíz

Acordai
acordai
raios e tufões
que dormis no ar
e nas multidões
vinde incendiar
de astros e canções
as pedras do mar
o mundo e os corações

Acordai
acendei
de almas e de sóis
este mar sem cais
nem luz de faróis
e acordai depois
das lutas finais
os nossos heróis
que dormem nos covais
Acordai!


Poema:José Gomes Ferreira
Música:Fernando Lopes Graça
Texto:Universidade do Minho
Interpretação:Academia dos Amadores de Música

Etiquetas: , ,

3 Comentários:

At 19:48, Blogger Ana Camarra disse...

Ouvi esta canção muitas vezes, tive o previlégio de pequenina, ver o Coro Lopes Graça dirigido pelo Mestre, que era uma pessoa fascinante, culto e meigo.
Impressionante a simplicidade do poema de José Gomes Ferreira, outro heroi da minha vida, por quem me apaixonei quando li "As aventuras de João sem medo".
Boa recordação.

Beijos

 
At 23:37, Blogger António Chaves Ferrão disse...

Ana Camarra
João Sem Medo, terá resultado de um compromisso de colaboração do autor com um hebdomadário, escrito em episódios. Apesar disso é, para mim, uma obra absolutamente notável, onde o fantástico se converte, na pena de Gomes Ferreira, na descrição mais fiel e da realidade portuguesa, marcada pela divisão entre o amor à terra e o enfado que faz crescer a vontade de fugir. Esperemos que a solução para a choradeira não determine, como único escape, a construção de fábricas de lenços. O que transformaria este romance numa obra, não de ficção literária, mas de antecipação científica.
Sobre Fernando Lopes Graça, tive o prazer de me encontrar uma vez com ele e partilho a tua opinião.
Beijos

 
At 16:07, Blogger Fátima Inácio Gomes disse...

e 4 anos depois desta tua mensagem...

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=yL5tPEPIC3M#!

 

Enviar um comentário

<< Home


hits: