quinta-feira, dezembro 11, 2008

O Doutor Constâncio

O Doutor Constâncio disse que não se deve baixar os impostos porque não se sabe se as pessoas vão utilizar o dinheiro como poupança ou para pagar dívidas, quando afinal o que promove o crescimento económico é adquirir bens ou serviços, isto é, consumir. Isto reflecte, certamente, o pensamento de alguns economistas, o que é triste.
Também disse que não tem culpa de ganhar tanto, que até já disse que devia ganhar menos. Será?

Etiquetas: , ,

1 Comentários:

At 19:57, Blogger Zorze disse...

O Doutor Constâncio sabe melhor que ninguém que das duas consequências, as duas são as melhores. Por um lado as famílias aumentariam os seus índices de poupança e por outro lado amortizariam as suas dívidas. Esta última resultava em juros que se deixariam de pagar.
O aumento do consumo alavanca a economia, mas apenas, no curto prazo. Pois quando fecha o ciclo as famílias e as empresas estariam mais endividadas. Apenas os bancos lucram no médio/longo prazo.
Hoje assistimos a uma pobreza técnica da classe média-média/média alta, completamente asfixiada pelo endividamento dos últimos anos.

O Doutor Constâncio que já aufere uma reforma como funcionário do BP e aufere um vencimento como governador do BP. Pois é um cargo político e não admnistrativo. Poderia dar o exemplo e refrear o seu consumo por contrapartida do seu rendimento.

Abraço,
Zorze

 

Enviar um comentário

<< Home


hits: