sexta-feira, janeiro 02, 2009

Feliz 2009 Cidadão!!

Depois de umas palavras tão inspiradoras do Poeta... Uma experiência tão Oposta de indignação.
Partilho convosco esta frustração, que ainda me está a consumir as entranhas, com sabor a "quase" ódio:

Hoje de manhã, eu e o meu companheiro de viagem pegamos nos nossos três souvenirs com menos de 7 anos, e fazemos-nos ao caminho para visitar, pelo 2º dia, a Loja do Cidadão nas Larangeiras. Precisamos de mudar uns dados no BI, Correção: Cartão do Cidadão!
Desta vez, tivemos a sorte de ainda haver senhas, tirei a tão desejada "prova de que agora é a nossa vez" - nº 262.
Falamos com a menina das informações, que nos aconselhou (simpaticamente)a irmos fazer outras coisas e marcar o nº que está na senha para sermos avisados quando faltassem 15 senhas para a nossa vez. Assim fizemos!
Almoçámos por lá, depois de almoço já ia na nº 110 (mas algumas mesas não tinham ninguém a atender). Fomos fazer compras, lanchámos e como o telefone não tocava, regressámos:17h; senha por volta de 180; pergunto ao Segurança: "Ainda atendem hoje?"
- "Quem tem senha e se estiver cá dentro quando fecharmos as portas tem que ser atendido!"
- Obrigada!!
E agora? Olha vamos para o carro!
Ao fim de uma hora, já estávamos todos com a birra: "Quero ir para casa..." "...ó mãe, quero fazer xixi..." "...Isto parece impossível" Lá vamos nós dar mais uma volta; beber um leitinho; visitar outro WC; mais uma loja do chinês e são quase 19 h.
Voltámos!!! Senha nº 220!!!!!! AINDA????!
Mas agora estamos a trabalhar a todo o vapor! Ena, todas as mesas a chamarem Cidadãos...
- Próximo! - Desistiu.
- Seguinte! - Falta.
- Mais um nº, e outro... e mais dois...
19h30m: nº 262.
CONSEGUIMOS! Somos nós mãe! Estou bonita?! Vamos tirar a "fotogafia"?
Funcionária: - Que desejam?
- Fazer os cartões de cidadão.
- Mas, só tem uma senha! Só pode fazer um!
- Como?!!! Não brinque comigo!
- É assim! Uma senha por cartão. Está lá escrito...
- Aonde? Não vi! Não está escrito no visor, nem na senha! é uma senha para marcar a vez! Agora é a nossa vez! Somos 5 e estamos aqui desde manhã...
- Não podemos fazer nada. Tem que escolher o cartão que querem fazer!
O meu marido, começa a falar alto: "Que nunca vos aconteça o que nos estão a fazer passar a nós!" "Três crianças pequenas?" "todo o dia, para isto? tirou 1 papelinho? tivesse tirado 5!! Temos pena! Próximo?!!"
Mas muitos próximos já tinham desistido.
"Então, atenda-nos na vez de quem cá não está, como se fosse a senha que deveria ter tirado!" (lembrei-me) Resposta à Cidadã: "Não, não é assim, está cá muita gente, tinha que ter tirado a senha!"
O meu marido pediu o livro de reclamações: "É no 2º andar!". A funcionária dizia muito aflita que só cumpria ordens, a Chefe do Serviço dizia que tínhamos de voltar noutro dia.
Quem se segue? Um segurança que convidar o meu marido a sair da Loja porque estava a falar muito alto e ali trabalhava-se.
POIS É! E a nossa família é desrespeitada, é persuadida a calar, ou lamber botas a alguém, porque como dizia o segurança : "...assim é que você não consegue nada!". Oiçam-se umas verdades!
Fomos fazer a reclamação, uma senhora muito simpática e calma, explica-nos que isto é assim por causa das estatísticas... e que se cada senha fosse para 5 cartões não podia ser...
Mas 5 senhas para um cartão já pode ser?!- Pergunto. É o que se está a passar lá em baixo, estão a atender muitas senhas sem Cidadãos e nós que somos Cidadãos não podemos ser atendidos porque não somos "senhas"!

Bom ano Queridas Senhas!
E feliz 2009 Cidadão, mas só para os que tirarem a senha!

2 Comentários:

At 12:23, Blogger António Chaves Ferrão disse...

Sucesso estatístico oblige...
E se reclamasses também para a DECO?
Beijos

 
At 21:07, Blogger José Ferrão disse...

Este aqui, não resisto a comentar.
Vai para 30 anos, quando o Jorgito tinha a idade que os filhos têm agora, a "avó" Wanda também tropeçou num segurança, numa repartição em Angola, que lhe disse:
-Aqui não se pode entrar sem papel...!
-Ai quer um papel? Pois aqui tem um (tirando um papel da carteira)!
Naquele tempo, o segurança ficou tão aparvalhado, que não viu maneira de impedir a senhora de passar.
Bom ano a todos.

 

Enviar um comentário

<< Home


hits: