quinta-feira, março 26, 2009

A Democracia, JÁ !

Chegou a hora de reclamarmos para hoje, a democracia que nos prometeram ontem.

Em nome da restauração da vida democrática, os políticos que nos governam tomaram o poder e enchem todos os dias os jornais com novos escândalos, a partir de opções que só vêm a ser conhecidas pelas suas consequências, e nunca pelas suas causas.

Estamos fartos de ser chamados como contribuintes, a pagar as consequências dos erros alheios, com a eterna desculpa de que como foram eleitos, adquiriram o direito de empenhar, não apenas a geração que os elegeu, mas até as gerações que ainda nem sequer nasceram.

Este é o momento de perceber que os problemas do país não se podem escamotear com as eternas rivalidades entre partidos, enquanto as instituições se encontram totalmente manietadas pela impunidade dos crimes.

No próximo Sábado, vai nascer uma associação que é uma congregação de vontades de todos aqueles que não se conformam no papel de espectador impotente, a quem apenas é reconhecido o direito de manifestar a sua opinião pessoal, em casos que afectam mais a sociedade no seu conjunto do que cada um em particular.

Se não te conformas com a maneira como são desbaratados os dinheiros dos nossos impostos, nem como o exercício do poder político se transformou duma cultura de valores para uma cultura de acusações e contra-acusações à margem do poder judicial, então junta-te a este espaço de intervenção cívica, isento de ambições de poder, mas que se norteia pela recuperação do direito a intervir na vida pública.

Encontro para a fundação do Movimento para a Democracia Directa, Alcobaça, 28 de março de 2009, 15 horas.
http://doportugalprofundo.blogspot.com/

Etiquetas: , ,

3 Comentários:

At 00:18, Blogger António Balbino Caldeira disse...

Este é o momento, José! De reclamarmos a democracia para o povo. Com unidade e fé, tremos a força para desencadear a mudança.

 
At 01:49, Blogger P.H. disse...

Todos os meios de reclamar por uma sociedade justa e livre são bem vindas.
Vou divulgar.

Cumprimentos

 
At 10:42, Blogger José Ferrão disse...

Caros Amigos,
Os partidos já demonstraram a toda a gente, que não servem para polícias uns dos outros, num sistema em que todos se encontram acomodados, cada um à sua maneira.
Não servem os partidos, nem servem as instituições estatais, que nem sequer conseguem penalizar as contas dos partidos, quanto mais as expectativas que alimentam nas campanhas, e defraudam na governação.
A democracia precisa de um sistema que nas escolas se chama "avaliação contínua", que se exerça não nos actos eleitorais, onde se encontram os partidos, mas fora das eleições, onde os partidos viram as costas aos eleitores.
Lá estaremos para substituir o medo que os cidadãos sentem de ir justificar a sua indignação aos tribunais, pelo respeito que os políticos deverão enfrentar, ao verificar que a informação a que todos temos direito, pode transcender os apertados mecanismos do controlo político-económico dos meios de informação.

 

Enviar um comentário

<< Home


hits: