sábado, janeiro 30, 2010

A Sociedade da Informação

Movido pela curiosidade, inscrevi-me numa conferência da Lisboa Editora acerca do ensino da Matemática. No cartaz não dizia as horas, mas estava claro que era na Faculdade de Ciências, que era um local que eu já não visitava há muitos e bons anos.
Depois de tropeçar numa fila quilométrica para a Loja do Cidadão dos Restauradores, lá subi o elevador da Glória, continuando a té chegar ao conhecido local da Rua da Escola Politécnica. Qual não foi o meu espanto, quando me apercebi que aquilo agora é só museus e a única coisa que continua é o Jardim Botânico, ou o que resta dele. Mas encontrei à entrada um solícito guarda que controlava a entrada dos carros, e que se aprestou a esclarecer-me que a FC agora passou lá para os lados da Rua do Século.
Retomando o caminho de volta, lá encontrei no Jardim do Príncipe Real um mercado ao ar livre de produtos biológicos, onde uma vendedora procurava convencer a cliente que os preços pouco passam dos preços do mercado tradicional.
Sem procurar interromper a transacção, encontrei outra cliente que se preparava para saborear o seu café numa mesa ao ar livre, a qual me esclareceu sem pestanejar que a FC ficava precisamente no local de onde eu me dirigia, em plena Rua da Escola Politécnica, fixando-me com aquele ar indignado a dizer "olha-m'este que nem sabe onde é a Faculdade de Ciências".
Lá lhe expliquei o que me tinham dito, e ela com o mesmo ar catedrático lá me apontou a direcção da Rua do Século, para onde me dirigi. Percorrida a descida, vendo que por ali não se passava nada, deparei numa transversal com qualquer coisa que parecia uma escola, e ao procurar entrar perguntando-me ao que vinha, explicaram-me que a Faculdade de Ciências não era ali, mas sim mais adiante onde se via uma bandeira.
Percorrendo mais uma centena de metros, no local indicado pelas bandeiras o que se encontrava era um outro museu, salvo erro de Arqueologia.
Aí acabei por desistir definitivamente, substituindo a conferência por um humilde café onde o dono concordou comigo, que a tal Faculdade devia ser mas era lá para os lados do Campo Grande.

Etiquetas: ,

3 Comentários:

At 08:16, Blogger António Chaves Ferrão disse...

Sociedade da informação. Antes de sair de casa, vais ao google maps e digitas: "Lisboa, Faculdade de Ciências". Fácil

 
At 11:39, Blogger José Ferrão disse...

Fácil, mas exclusivo.
E esta é a parte que me assusta.
Já não se pode fazer nada, sem que préviamente se tenha de pedir autorização a uma máquina.
Que por enquanto, ainda não tem direito a voto.
Porque se não for a máquina, não há-de ser mais ninguém que esteja ao meu alcance, que me irá esclarecer seja do que for.
A máquina, irá obrigar a fazer uma opção entre a democracia e os valores humanos?

 
At 12:08, Blogger António Chaves Ferrão disse...

Não sei! Mas pode conduzir-te em tempo oportuno a uma conferência :)

 

Enviar um comentário

<< Home


hits: